Ponto de Partida

Sim, sumi.
Já era tempo de ir, tempo de não me importar com o tempo novamente.
Precisei passar por mais um vale desnecessário para reaprender que a moeda de troca do processo é o tempo.

Hoje eu volto com a esperança calibrada. Não significa que correta, mas pelo menos na direção certa.
Já se foi a hora de viver novos tempos, não sou mais criança, nem adolescente. O chamado que escuto é maior do que essas fases juvenis.

É tempo de amadurecer, de alcançar novos lugares e pessoas. Cansei de ser raso com as coisas sérias!

Senti a areia nos pés, mas está na hora de entrar no mar.